Esta é uma lista das primeiras batalhas ocorridas durante a Invasão Russa da Ucrânia em 2022, ocorridas entre os dias 24 e 28 de fevereiro de 2022, abrangendo combates terrestres, navais e aéreos entre as forças armadas russas e ucranianas, bem como campanhas, operações, linhas defensivas e cercos. Essa postagem será atualizada assim que houver definição dos combates citados.

NOTA: As campanhas geralmente se referem a operações estratégicas mais amplas realizadas em um grande território e por um longo período. Batalhas geralmente se referem a curtos períodos de combate intenso localizados em uma área específica e durante um período específico. No caso da invasão russa da Ucrânia, algumas batalhas ainda estão em andamento, não sendo possível ainda emitir dados precisos sobre as mesmas.

Situação da invasão no dia 28 de fevereiro de 2022.

BATALHA DA ILHA DAS COBRAS (FINALIZADA)

A Ilha das Cobras, em 2008.

No dia 24 de fevereiro de 2022, o primeiro dia da invasão, os guardas de fronteira do estado ucraniano anunciaram por volta das 18h00min, hora local, que a Ilha das Cobras, situada no Mar Negro, havia sido atacada por navios da Marinha Russa. O cruzador Moskva e o barco-patrulha Vasily Bykov bombardearam a ilha com seus canhões e destruíram as instalações ucranianas, invadindo em seguida a ilha e fazendo 82 prisioneiros. Inicialmente fontes ucranianas alegaram que todos os defensores haviam sido mortos, mas a Rússia desmentiu a informação e divulgou imagens dos guardas capturados.

BATALHA DE KHERSON (EM ANDAMENTO)

Mapa da Batalha de Kherson.

A “Batalha de Kherson” é uma batalha ainda em andamento, que começou no dia 24 de fevereiro de 2022, como parte da Ofensiva de Kherson durante a Invasão Russa da Ucrânia. O objetivo da batalha é conquistar a cidade ucraniana de Kherson e suas passagens pelo Rio Dnieper, incluindo a estratégica Ponte Antonovskiy. A batalha ainda está acontecendo, com pesadas perdas de ambos os lados e com o resultado ainda inconclusivo.

A Ponte Antonovskiy durante a Batalha de Kherson.
A Ponte Antonovskiy em 2008.

BATALHA DO AEROPORTO ANTONOV OU BATALHA DE HOSTOMEL (EM ANDAMENTO)

O Aeroporto Antonov, ou de Hostomel, antes da batalha.

A “Batalha do Aeroporto Antonov”, também conhecida como “Batalha de Hostomel”, é uma batalha ainda em andamento que começou no dia 24 de fevereiro de 2022, no início da Invasão Russa da Ucrânia em 2022, fazendo parte da ofensiva para conquistar Kiev, a capital da Ucrânia. Enquanto a batalha está sendo travada dentro e ao redor de Hostomel, região próxima a capital da Ucrânia, Kiev, a luta se concentrou principalmente pelo controle do Aeroporto Antonov, sede da indústria aeronáutica do mesmo nome, devido ao seu alto valor estratégico.

Após sucessivos ataques e contra-ataques de forças russas e ucranianas em cinco dias de violentos combates, há relatos de que o aeroporto está praticamente destruído e inutilizado para uso militar. Durante um dos ataques, a maior aeronave do mundo, o único modelo do gigantesco Antonov An-225 “Mirya”, que estava estacionado no aeroporto, foi destruído durante um dos ataques russos, provavelmente por foguetes BM-21 “Grad”. O número de mortos e feridos diverge entre as fontes russas e ucranianas, mas gira entre 50 a 200 mortos e feridos ucranianos e de 20 a 35 mortos e feridos russos.

O Antonov An-225 Mriya
Imagem do dia 26 de fevereiro de 2022 mostrando o hangar onde ficava o An-225 em chamas. A Ucrânia confirmou a destruição da aeronave.

BATALHA DE CHERNOBYL (FINALIZADA)

Tropas russas ocupando a Usina Nuclear de Chernobyl após a batalha.

A “Batalha de Chernobyl” foi um confronto militar na Zona de Exclusão de Chernobyl entre as Forças Armadas Russas e as Forças Armadas Ucranianas, ocorrendo no dia 24 de fevereiro de 2022, durante o primeiro dia da Invasão Russa da Ucrânia em 2022. As forças russas que invadiram rapidamente a região partindo da Bielorrússia tomaram a área da Usina Nuclear de Chernobyl, local do famoso acidente nuclear de 1986, no final daquele dia. Ainda não há informações sobre mortos ou feridos de ambos os lados.

BATALHA DE KHARKIV (EM ANDAMENTO)

O início da Batalha de Kharkiv, no dia 24 de fevereiro de 2022. A cidade já foi tomada pelos russos mas foi retomada pelos ucranianos em cinco dias de violenta luta.

A Batalha de Kharkiv é um engajamento militar que ocorre dentro e ao redor da cidade de Kharkiv, na Ucrânia, como parte da ofensiva da Ucrânia Oriental durante a Invasão Russa da Ucrânia em 2022. Kharkiv, localizada a apenas 32 km ao sul da fronteira Rússia-Ucrânia, é a segunda maior cidade da Ucrânia e é considerada um alvo importante para os militares russos.

Soldados ucranianos defendendo Kharkiv. As faixas amarelas são para diferenciá-los dos russos e evitar fogo amigo.

No dia 24 de fevereiro, as forças russas cruzaram a fronteira e começaram a avançar em direção a Kharkiv, encontrando resistência ucraniana. Os russos também dispararam barragens de artilharia na cidade, matando alguns civis, segundo fontes ucranianas.

No dia 25 de fevereiro, uma luta feroz eclodiu nos subúrbios ao norte da cidade, perto da vila de Tsyrkuny, onde as forças ucranianas conseguiram resistir aos russos.

No dia 26 de fevereiro, Oleh Synyehubov, o governador do Oblast (Província) de Kharkiv, afirmou que toda a cidade estava sob controle ucraniano. Membros da inteligência norte-americana afirmaram que a luta mais pesada de todo a guerra estava ocorrendo em Kharkiv.

No início da manhã do dia 27 de fevereiro, as forças russas destruíram um gasoduto em Kharkiv. No final da manhã, as forças russas entraram em Kharkiv, com Synyehubov afirmando que lutas pesadas estavam ocorrendo dentro da cidade, e o conselheiro do Ministério de Assuntos Internos, Anton Herashchenko, alegando que lutas de rua estavam em andamento no centro da cidade.

Forças russas bombardeando ferozmente Kharkiv.

O porta-voz do Ministério da Defesa russo Igor Konashenkov, entretanto, afirmou que as forças russas garantiram a rendição do 302º Regimento de Mísseis Antiaéreos ucranianos e capturaram 471 soldados ucranianos, uma alegação que fontes ucranianas negaram. Autoridades ucranianas, entretanto, alegaram que as forças ucranianas destruíram metade dos veículos militares russos que avançaram para Kharkiv.

Na tarde de 27 de fevereiro, Synyehubov afirmou que as forças ucranianas haviam recuperado o controle total da cidade. Ele acrescentou que dezenas de soldados russos se renderam e reclamaram de desmoralização, não entendendo qual era sua missão e falta de suprimentos de combustível.

No dia 28 de fevereiro, o oficial ucraniano Anton Herashchenko e Synyehubov afirmaram que os ataques com foguetes russos na cidade durante a manhã mataram 11 civis e feriram dezenas. A luta continua em Kharkiv e o resultado continua inconclusivo.

NOTA DO CANAL MILITARIZANDO: Essa postagem vai continuar sendo atualizada com mais batalhas ocorridas em fevereiro de 2022. Acompanhem nossas atualizações.

IMAGEM DE CAPA: Um veículo blindado russo queima em meio a veículos utilitários leves danificados e abandonados após combate em Kharkiv, Ucrânia, no dia 28 de fevereiro de 2022. Corpos de soldados russos são vistos ao lado dos veículos.

FONTES: Com informações da Wikipédia e sites de notícias.