A “Operação Mincemeat” (“Carne Moída”) foi um bem sucedido plano de contrainformação britânico colocado em prática durante a Segunda Guerra Mundial. Como parte dos planos gerais da “Operação Barclay” para disfarçar os preparativos da invasão da Itália a partir do Norte da África, a Operação Mincemeat ajudou a convencer o alto comando alemão de que os Aliados pretendiam invadir a Grécia e Sardenha em 1943 ao invés da Sicília, o verdadeiro objetivo.

O corpo de Glyndwr Michael, caracterizado como o Major William Martin (RM), pronto para ser jogado ao mar.

Isto foi alcançado ao lograr os alemães de que eles haviam interceptado, por acidente, documentos confidenciais com detalhes dos planos dos Aliados. Os documentos foram presos a um cadáver de um suposto alto oficial inglês (na verdade um cadáver de um mendigo – de nome “Glyndwr Michael” – que foi transformado no fictício Major William Martin, do Royal Marines – Fuzileiros Reais) deliberadamente lançado ao mar para ser levado pela força das ondas e das correntezas até a praia de Punta Umbría, Huelva, Espanha (que apesar de ser neutra na guerra, nutria um grande sentimento de apoio a Alemanha Nazista), onde tais documentos foram entregues aos alemães, garantindo o sucesso da operação.

Um filme sobre essa mirabolante história, “Operação Mincemeat” que foi lançado pela Netflix no serviço de streaming e nos cinemas no dia 7 de janeiro de 2022 no Reino Unido, mas ainda sem data de lançamento no Brasil.

Foto de uma suposta namorada do Major William Martin, chamada de “Pam”, mas na verdade era a foto de uma agente do MI5 disfarçada. Essa fotografia estava no corpo encontrado.
O túmulo de Glyndwr Michael (Major William Martin), num cemitério na cidade de Huelva, Espanha.
Cena do filme “Operação Mincemeat” (2022) da Netflix. A data de estreia do filme no Brasil ainda não foi divulgada, mas a previsão da estreia é para o final de janeiro ou o começo de fevereiro de 2022.

IMAGEM DE CAPA: Identidade do “Major William Martin”, forjada pelos ingleses e encontrada no corpo de Glyndwr Michael.

FONTES: Wikipédia, Netflix e Facebook do Canal Militarizando.