A “Batalha Aérea de Ofira” foi uma das primeiras e mais sensacionais batalhas aéreas da Guerra do Yom Kippur. No início da tarde do dia 6 de outubro de 1973, o Egito lançou um ataque surpresa massivo contra Israel que incluiu mais de 200 aeronaves egípcias participando dos ataques aéreos.

A Base de Ofira da Força Aérea Israelense (IAF) em Sharm el-Sheikh, na Península do Sinai ocupado por Israel, foi atacada por 20 aeronaves de ataque Mikoyan-Guerevich MiG-17 “Fresco” da Força Aérea Egípcia (EAF), escoltados por oito caças MiG-21 “Fishbed”. Sem perceber a extensão do ataque, dois caças McDonnell F-4E Phantom II da IAF (ambos pertencentes ao Esquadrão Nº 107 “Knights of the Orange Tail”) que estavam na base decolaram rapidamente, sem a autorização formal da cadeia de comando israelense, para enfrentar as aeronaves inimigas. Segundos depois da decolagem a pista principal foi bombardeada e inutilizada. Os pilotos israelenses alijaram seus tanques de combustível externos e engajaram todos os 28 MiGs em combate aéreo.

A cauda de um MiG-17 egípcio abatido em Ofira, após a batalha.

Em pouco menos de seis minutos, sete MiGs egípcios foram abatidos e os aviões restantes abandonaram o combate e retornaram ao Egito. Os Phantoms israelenses (uma aeronave pilotada por Amir Nahumi, com o navegador Yossi Yavin, e a outra aeronave pilotada por Daniel Shaki, com o navegador David Regev) voltaram para Ofira e pousaram em uma curta pista auxiliar, já que a pista principal havia sido danificada pelo ataque. Os egípcios contestam o relato israelense da batalha, mas nunca forneceram sua própria versão do que aconteceu. Um dos pilotos egípcios mortos era meio-irmão do presidente egípcio Anwar Sadat, Atef Sadat.

Um McDonnell Douglas F-4E Phantom II da Força Aérea Israelense.
Um Mikoyan-Guerevich MiG-17 “Fresco” (acima) e um Mikoyan-Guerevich MiG-21 “Fishbed” da Força Aérea Egípcia.

Os quatro aviadores, considerados herois em Israel, receberam mais tarde a Medalha de Serviço Distinto por seu sensacional desempenho durante a batalha.

IMAGEM DE CAPA: Arte representando um F-4E Phantom II abatendo um MiG-21 durante a batalha.

FONTES: Wikipédia e Facebook do Canal Militarizando.