Quando a Guerra Civil dos Estados Unidos começou em 1861, John Lincoln Clem tinha apenas dez anos de idade. Apesar disso, John imediatamente deixou suas aulas na escola e tentou se alistar no Exército da União, para lutar contra o exército separatista do Sul, os Confederados.


Por causa de sua idade e tamanho pequeno, John foi recusado, mas foi autorizado a seguir um regimento como mascote e percursionista não-oficial. Sensibilizados com sua coragem em seguir junto com os soldados, os oficiais do regimento contribuíram e pagaram-lhe o salário de soldado regular de US$ 13 por mês.


Dois anos depois, quando John tinha 12 anos, ele finalmente foi autorizado a entrar oficialmente em serviço, sendo promovido imediatamente a Sargento, o mais jovem da História. Ele se tornou uma celebridade nacional por causa da bravura e coragem que mostrou em combate. Foi ferido e depois capturado pelos Confederados em 1863.


Após o final da guerra, John continuou no unificado Exército dos Estados Unidos e se tornou o oficial mais jovem da História dos Estados Unidos, chegando ao posto de Major-General quando se aposentou, em 1917, um dos últimos veteranos da Guerra Civil que ainda estavam em serviço ativo. Ele faleceu em 1937 aos 85 anos.

O Major-General John L. Clem, em 1917, com 66 anos. Ele ajudou os esforços dos EUA durante a Primeira Guerra Mundial.

FOTO DA CAPA: O Sargento John L. Clem, com a idade de 12 anos e servindo no 22º Regimento de Infantaria do Estado de Michigan do Exército da União.

FONTES: Canal “Tecnologia Bélica” no Facebook e Wikipédia.